White, White, White

É branco.

Da cor da pureza, da cor do céu edílico, da cor da noiva inocente. Da cor desejada que tão poucas vezes é verdadeira. O branco volta a ganhar vida nos guarda-roupas do próximo verão. Em vestidos, em túnicas frescas, em sandálias gregas ou até nas mil pulseiras que vão assaltar os pulsos femininos.

Houve alturas em que tudo era preto – ele ainda ali anda – mas este verão é o branco que impera. O branco transparente, o branco pérola ou o branco sujo.

Em tempos usaram-se os tons pasteis, cheios de meias cores: rosas claros, azuis e beges. Nas montras viam-se manequins com lenços tingidos na cabeça e botas texanas nos pés; as gangas eram claras. Esta tendência está de volta e a cor branca está no centro das atenções.

Se o verde era a cor da esperança, o branco surge agora como afirmação de algo que persiste. No tempo negro da crise, o branco aparece como o presságio de esperança, como a boa-nova que há-de vir.

luis-buchinho2_580x435  luis-buchinho4_580x435

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

luis-buchinho7_580x435

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[Luís Buchinho]

Anúncios

2 comentários

Filed under Uncategorized

2 responses to “White, White, White

  1. White, só mesmo já a meio do Verão e com um bronzezinho jeitoso!

  2. Eliana Silva

    Sabes que eu sofro de uma epiderme um pouco para o escura =p

    Kiss

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s