Lisbon Fashion Week – Third Day

aforest2

Aforest-Design, a continuidade. O conceito é bom e a ideia está bem estruturada. Os cinzas, os azuis fortes, a moda funcional. Agora só falta o salto porque começa a saber a pouco.

Katty_Xiomara10

Katty Xiomara, a aborrecida. As mesmas flores, os mesmos cortes, os mesmos folhos. O melhor ficou-se pelos sapatos

 Vitor1

The special one: Vitor

O nervosismo é exacerbado e acaba por se unir à euforia do desfile. Confessa as passas repetidas e sem interrupção. Frenético, Vitor Bastos apresenta uma colecção na ModaLisboa que se prende no esmiuçar de um tema que se acaba por diluir na apresentação de malhas, algodões, nos brancos, castanhos e preto.

O objectivo é claro: transmitir na passerelle o episódio que se passou na Grécia no ano passado e daí o apelidado “Watch the Greek”. Através da vontade revolucionária própria da idade, Vitor explora ao longo de uma série de coordenados, todos os materiais que compõem a arma. A cortiça, nos óculos, como armação, no vestuário como aplique. Os brancos dançam nos vestidos evasé e nos cardigans: os pretos prendem-se às pernas e aos casacos XXL. Há ainda o castanho claro da cortiça nas calças largas com bolsos de lado e na maior parte dos cabelos.

Toda a colecção foi criada na serenidade dos jardins de Berlim: “um rapaz a tricotar com uma garrafa de cerveja ao lado, tal como numa tela de Almodóvar. Muita coisa foi fora”. Não é interessante porque é diferente. É apelativo pelo fio condutor que nos remonta a um cenário específico e fundamentado. É ruidoso porque o episódio também o foi. É barulhento porque o Vitor também o é.

Luis_Buchinho15

Luís Buchinho: Colecção vertiginosa, sempre fíel às mesmas cores e aos mesmos cortes – azul forte + branco +preto + estruturas assimétricas transparentes e brilhantes = mistura explosiva (a nível pessoal, a melhor). Nota ainda para o rosa flúor e para os plissados mil.

 Nuno_Baltazar8

Nuno Baltazar: Cabo Verde na passerelle. Conseguiu ser surpreende pela forma como fugiu ao african style pre-concebido. Elegantes os cetins e as madeiras fantásticas. Combinações de cores arriscadas e felizes.

Ana_Salazar14

Ana Salazar: the same as always

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s